Menu

Á RÁDIO DOS CIBERNÉTICOS

24 HORAS CONECTADO COM VOCÊ

O PREFEITO E SUA "PRANCHA DE SURF COVID 19... Na última sexta-feira, 24/04, o senhor prefeito da nossa querida Macarani, fez um pronunciamento em uma emissora de rádio local, aonde vem sendo costumeira suas aparições, principalmente desde que iniciou o assunto Covid-19 (Corona vírus) e pandemia.  O prefeito, antes de sua aparição e pronunciamento, fez a chamada em caráter de urgência...  Apresentando dois assuntos, na abordagem e na emissora de rádio local e também na sua live no Facebook. Live essa que ele não dá o acesso aos cidadãos (a) macaranienses. Em pauta, o senhor prefeito apresentou os dois temas seguintes: Um foi o óbito do senhor Pedro Porto, onde o senhor prefeito mencionou ser a causa do óbito “suspeita de ter contraído o Covid 19 (corona vírus)” Sem muita certeza, quase nada, pouco esclarecimento e com muita falta de contundência, o prefeito conseguiu deixar a cidade em pânico e a família do senhor Pedro Porto exposta de forma muito desconfortável, indignada a ponto de na mesma live do prefeito, embora fechada para comentar, os parentes, amigos e vizinhos que o socorreram, não deixaram barato nas redes sociais, com diversos áudios em grupos de Whatsapp e muitos comentários de repúdio no Facebook, pois sabiam que a fala do prefeito não condizia com a realidade dos fatos e o mesmo faltava com a verdade. E a prova chegou à causa do óbito, não foi o Covid 19 (corona vírus). É estranho, pois enquanto prefeitos de outros municípios tentam ser o mais distinto possível para não causar pânico, o de Macarani usa o Covid 19 (Corona vírus) como sua “prancha de surf para pegar onda” Mais estranha ainda fica porque sobre a questão de casos suspeitos, casos em análise e/ou aguardando resultado, para isso existe o boletim informativo como está sendo feito em todo município. Outro ponto é por que o prefeito vai fazer o pronunciamento se existe uma secretaria de saúde com o secretário de saúde? Será que prefeito está querendo usar o fato de ser médico e prefeito para aparecer? Mas espera aí, ele não é médico infectologista? Ou será que o secretário de saúde não está apto para falar sobre o assunto?  Ficam aí algumas perguntas no ar.O prefeito não deveria está criando medidas par prevenção como entrar em contato com a comunidade conversando com costureiras para criar uma brigada de costura, para confeccionar máscaras de tecido? Recurso tem e tempo no atual momento é o que não falta para muitas senhoras macaraniense e sabemos que na cidade têm muitas, são muitas costureiras das boas! A linha e o tecido o prefeito poderia dar e até uma mínima ajuda de custo para estas mães. Fica aí uma das dicas sobre o assunto.  O segundo assunto trata sobre a polêmica das distribuições das cestas básicas, cestas essas que partiu do Governo Federal ao sancionar uma lei no último dia 08/04, lei que garante a distribuição dos alimentos da merenda escolar para os estudantes das famílias da rede pública da educação básica matriculados, por conta da pandemia.O prefeito ao abordar o assunto, na mesma emissora e na sua live no Facebook, assunto este onde a maior parte da população Macaraniense pede esclarecimento sobre os critérios usado e a logística aplicada na distribuição das cestas e ao invés de esclarecer, optou para atacar cidadãos de bem, pessoas estas que são muito participativas no município. O prefeito se mostrou indignado por estas pessoas terem ido buscar resposta, maiores esclarecimentos sobre o assunto, buscando falar com quem pudesse dar o esclarecimento, neste caso o jovem senhor Pr. Josué Santos Almeida que é o presidente do Conselho de Alimentação Escolar do município de Macarani. Vale a pena lembrar que o Pr. Josué Santos Almeida informou inclusive que ouve o repasse do PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar) o valor de 45.00,000 (quarenta e cinco mil reais) para os cofres públicos da prefeitura da nossa Macarani.Bom, mas o prefeito em seu pronunciamento preferiu atacar cidadãos que exerciam a sua cidadania, inclusive de forma pejorativa mencionando sobre uma cidadã como candidata a vereadora e outro cidadão como sargento pincel. Questionamos: Se os vereadores que são pagos para fiscalizar não fazem o que devem fazer, qual o problema de uma cidadã e um cidadão, que mesmo que venha a ser de fato uma pré-candidata a vereadora tomar a iniciativa?É impressão, ou parece que o prefeito, está muito mais preocupado com pré-candidatos, em ano de eleição, que com a real situação do município? Outra situação muito estranha, um bar muito famoso tem funcionado normalmente no município, inclusive relatos de um cidadão que é bem ligado à gestão municipal, o jovem senhor Eder Marcone que sempre defendeu o prefeito, mas que vem se manifestando nas redes sociais discordando claramente sobre os dois assuntos e questionando atitude do prefeito.Fica aí nosso ponto de comunicação e a interpretação é livre, respeitamos a compreensão de cada um mediante a sua capacidade de interpretação.

30 ABR 2020
30 de Abril de 2020
Escreva aqui seu post
Leia mais

30 ABR 2020
30 de Abril de 2020
O PREFEITO E SUA "PRANCHA DE SURF COVID 19... Na última sexta-feira, 24/04, o senhor prefeito da nossa querida Macarani, fez um pronunciamento em uma emissora de rádio local, aonde vem sendo costumeira suas aparições, principalmente desde que...
Leia mais



Av. Lorem Impsum, 250 - Sala 106 -  Centro - Belo Horizonte - MG - CEP: 00000-

  CONTATO  (11) 99210-2101
 Acesse: www.interacaobrasil.com
.      .